Perícia em Fonoaudiologia

Esse post tem como objetivo, ressaltar o papel do Fonoaudiólogo como perito em sua área e contribuir para possíveis questões jurídicas a serem esclarecidas em sua empresa.

 O Código de Ética da Fonoaudiologia, no artigo 5º, inciso III, garante ao fonoaudiólogo o direito de realizar perícia nos limites de sua competência. Cabe somente ao fonoaudiólogo dar parecer fonoaudiológico, na área da comunicação oral e escrita, voz e audição.

Atualmente há duas áreas de atuação: a Perícia em Fonoaudiologia, que abrange todas as questões relacionadas à comunicação humana (voz, fala, linguagem oral e escrita e audição)  e a Perícia em Audiologia Ocupacional.

Os peritos são nomeados pelo Juiz dentre os profissionais de nível universitário, devidamente escritos no Órgão da Classe competente e com comprovada especialidade na matéria que deverão opinar (Art. 145 do CPC). Não é necessário ter curso específico em perícia. No entanto, ser perito significa ter conhecimento profundo na área de formação. Por isso, é indispensável que o fonoaudiólogo tenha experiência profissional e comprovada atualização científica.

Retirado do site www.fonosp.org.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: